sábado, 20 de junho de 2009

a saudade imensa de um futuro melhor



Sou uma pessoa psicológicamente abalada. É impressionante o medo que me tomou. O medo que tenho das pessoas, do ser humano.
Amo ter a música na minha vida, eu posso cantar, eu sei cantar, aprendi a cantar. Mas nunca aprendi a viver.
Sequelas.
Poupo as minhas crianças, nunca deixo que me vejam triste. Prá eles tudo de bom. Prá eles o melhor de mim, sempre. Nem que tenha que tirar a última gota. Os meus meninos não serão como eu, graças a Deus.
A coisa é tão louca que esses dias fui convidada prá cantar numa banda. De nome. Fui. Ontem eles me disseram que estão muito felizes comigo. Até chorei. Por ser aceita, por gostarem de mim.
Sequelas.
Não acredito no amor das pessoas por mim. Desconfio. Se por acaso você achar uma autoestima perdida por aí, recolha. Deve ser a minha. Que perdi. Faz tempo...

Um comentário:

eusouex disse...

Somos iguais nisso.
tambem desconfio de tudo, quando dizem que gostam de mim, quando me aceitam.
e a pior dor é quando isso termina e volto a sentir a dor do abandono. mas tenho fé em dias melhores, em pessoas melhores futuro melhor. basta caminhar sempre.