sábado, 7 de fevereiro de 2009

Benjamin


Vou muito ao cinema, assisto todos os filmes que estréiam e posso dizer: a muito não me emocionava com nenhum.

Achei interessante o trailler do "O curioso caso de Benjamin Button". Ter a Cate Blanchett no elenco já era um bom motivo para me levar a esse filme, e partindo do pré suposto que Brad Pitt é muito mais que um rostinho bonito que habita os sonhos de todas as mulheres, seria esse o meu programa na última quinta-feira. Estava decidida a enfrentar esse elenco Hollywoodiano, mesmo duvidando da minha intuição de que seria um bom filme...

Eu estava errada, não é um bom filme, mas sim um dos melhores roteiros, figurinos, elencos, diretor, enfim... vale cada minuto das quase 3 horas que passei comendo pipoca e eskibon (saio da dieta no cinema). Os protagonistas estão perfeitos? Sim, perfeitos... mas os coadjuvantes matam a pau! Me emocionei o tempo todo, não acreditava que estava enfim, assistindo a um dos melhores filmes da minha vida... quando vou ao cinema, quero rir, chorar, quero nunca mais me esquecer do que estou vendo, e foi exatamente o que me aconteceu na última noite de quinta-feira.

Não devo descrevê-lo. Assista, por favor, assista de coração aberto, se deixe levar, esqueça que é apenas um filme, faz de conta que é 3D...

Terminado, ninguém se levantou, não se ouvia uma palavra, a não ser algumas fungadas daqui e dali... minhas principalmente. Usei todos os guardanapos da pipoca para enxugar as lágrimas que desciam pelo pescoço.

Destaque para Tilda Swinston... que mulher é essa?!?

Envelhecer é foda. Mas não envelhecer também é.

No sentido certo da vida ou ao contrário, quando chega o fim... temos que aceitar.

Palavra de marinheiro.

Um comentário:

Pimenta disse...

Arrasador!!
Vou lembrar sempre que vir um beija flor.
Independente do caminho, vamos todos ao mesmo lugar, temos todos o mesmo destino.