domingo, 10 de maio de 2009

Importâncias


Como eu imaginava, o teatro tem salvado a minha vida. A dança tbém, pelo menos momentâneamente...
É muito duro dedicar o melhor de vc a alguém e ser traído. Eu não sabia que era tão ruim.
Perdoei tantas coisas na minha vida, só não consigo perdoar a mentira. Não tenho compaixão dos mentirosos.
Tudo bem, o mundo tem suas tentações e eu mesma não cheguei ao Nirvana nesse sentido. Não julgo. Só a mentira me incomoda.
Porque a mentira é uma indelicadeza.
Sejamos honestos. Vamos assumir as nossas tristezas, alegrias, nossos amores frustrados, nossos sonhos destruídos. É só enfrentando que se vence o medo. Ou não. Mas comigo funciona.
Li hoje sobre a delicadeza de se importar. E tudo fez sentido.
Meu querido Felipe Guerra, grande ator ao qual tenho a alegria de contracenar, teve essa delicadeza comigo. Me olhou na aula de dança, me observou... depois me abraçou e disse: tá tudo bem mesmo?
respondi: tô de pé...
Aí num certo momento da aula ele olha prá mim e canta um trecho de uma música do Toquinho e poesia do Vinícius: DEPOIS PERDEU A ESPERANÇA PQ O PERDÃO TBÉM CANSA... e me deixou completar a frase: DE PERDOAR...
Obrigada Fê, pela delicadeza de se importar.

Um comentário:

eusouex disse...

a mentira é uma indelicadeza e a traição é a morte da confiança.
Tamb´m estou de pé, mesmo apoiada em uma muleta, mas a muleta vai ser deixada de lado e vou voltar a caminhar.