terça-feira, 25 de agosto de 2009

Puta que la merda!


é assim mesmo, Puta que la merda!

Fui ao cinema assistir O Contador de Histórias, filme de Luiz Villaça sobre a vida de Roberto Carlos Ramos. Eu não tinha idéia de nada, mas ando curtindo uns filmes brazucas...

Já de cara me aparece um grande amigo fazendo o papel de bedel na FEBEM de Belo Horizonte: Laerte Mello! Ah, que bom ver uma pessoa que vc gosta fazendo o que gosta! Nos conhecemos faz mais de 20 anos, fizemos um som juntos no programa Boca Livre da TV Cultura, estudávamos inglês na Cultura Inglesa, foi ele quem colocou minha antiga banda Rock Q Pariu prá abrir o show do IRA! no Via Funchal... Laerte, tudo de bom prá vc!

Bom... é a história de um menino que passou pela FEBEM nos anos 70. A mãe na sua inocência. A criança na sua inocência. Uma pátria na sua inocência entregando seus filhos aos leões. Esses mesmos leões que ainda estão aí tirando um sarro da nossa cara, na câmara dos deputados e do senado. Mas essa é outra história...

Esse menino, o Roberto Carlos Ramos teve a oportunidade de conviver com a maravilhosa escritora francesa Marguerite Duras. Encenei Savannah Bay (dela) mas não tinha idéia dessa passagem pelo Brasil. Fico com vergonha de mim mesma... uma mulher inocente e pura, pacenciosa e entregue. Sinto vergonha mais ainda.

Hoje ele é um dos maiores contadores de história do mundo. Mas a maior história é a dele mesmo... quantas histórias pessoais podem ser contadas? A minha, a sua?... será mesmo interessante de serem ouvidas?... puta que la merda... http://cinema.uol.com.br/ultnot/multi/2009/06/08/04023262C0B93346.jhtm?trailer-do-filme-o-contador-de-historias-04023262C0B93346

Um comentário:

Sabrina disse...

Só há uma resposta possível:
"Puta que los pario"